top of page

Helena Schargel, 81, Brasil

Uma mulher com propósito.

A avó Brasileira, Helena Schargel, tem um objetivo claro: permitir que mulheres mais velhas se sintam sexy sem precisar pedir permissão. Helena diz que sempre se manteve ocupada, primeiro ajudando na casa quando ainda era uma menina de 12 anos e depois trabalhando em moda. Não é de se espantar que quando chegou a hora de se aposentar, ela se sentiu 'vazia'. Uma pergunta inesperada feita num encontro de pessoas com mais de 50 anos acabou impulsionando Helena a lançar um novo negócio, desbravando um novo nicho no mercado... lingerie para mulheres com mais de 60 anos.

Hoje, passados 4 anos desde o início de sua empresa, o mundo da moda está começando a prestar mais atenção nas mulheres mais velhas, que começam a sair da invisibilidade e estão mostrando o que é ser sexy na idade madura.

"Sinto que hoje a distância entre eu e meus filhos é muito menor do que a que existia entre eu e minha mãe". Helena revela à SÓ50 que atribui a sua boa relação com os filhos ao fato de estar sempre se reinventando "Sinto que cresci com meus filhos". Assim, completar 50 anos foi indiferente - para a Helena, a mudança positiva foi não ter havido mudança alguma! Ela continuou a aprender e a crescer como fez sua vida inteira. "Meu filho mais jovem foi fazer um curso de mergulho e eu fui com ele. Não acho que idade seja um impeditivo". Se é que algo mudou, foi sentir-se mais "segura de si", o que lhe deu o poder da liberdade - liberdade para fazer mais as coisas que a agradam.

Invisibilidade é um problema real para as pessoas mais velhas, principalmente mulheres. Por isso, a missão da Helena é combater essa invisibilidade. Criar lindas Lingeries para mulheres com mais de 60 anos não se trata apenas do aspecto físico; mas sim, do impacto mental e emocional. Embora a invisibilidade não seja tanto um problema para Helena, ela lembra que para sua mãe foi. Depois que os filhos cresceram e saíram de casa, ela se lembra de que sua mãe parou de querer as coisas. Ela “ficou invisível. Ela se aposentou de si mesma”. Naquela época, uma mulher com mais de 60 anos já era considerada idosa e de menor importância, mas agora, na casa dos 80, Helena reconhece que, “vivemos mais e melhor”. Sobre a representação limitada de mulheres mais velhas na indústria da beleza, Helena acha que o mercado está perdendo! “Haverá cada vez mais mulheres nessa idade e queremos coisas, queremos viver ... Nos próximos dez anos isso vai mudar”. O sucesso de Helena deixa claro que ela está certa ... Ela acredita que “só envelhecemos se quisermos”. Muitos hesitam em responder à pergunta sobre o que é sexy no corpo envelhecido, mas Helena sabiamente observa que “a sexualidade é interna e não algo para ver”.

As sugestões de Helena são sábias e simples ... Se pudesse dar um conselho para si mesma aos 25 anos de idade, ela diria "faça tudo exatamente igual", e lembre-se de perdoar seus próprios erros. Para o futuro, a receita de Helena para envelhecer felizmente é fazer tudo com amor e prazer. Para quem luta contra o envelhecimento, o seu conselho não tem preço… para ela “a idade é uma coisa criada para marcar o tempo”, “pra gente preencher os formulários: nome, idade, naturalidade”. Ela perguntaria “quantos anos você quer ter? Essa é a sua idade!”

Helena segue a Iris Apfel no Instagram, e se surpreende com a idade de seus próprios seguidores. “Achei que seriam mulheres com mais de 60 anos”. “Mas não, eu vi mulheres muito mais jovens me seguirem” ... “pessoas que precisam de um empurrão para se levantar da cadeira e fazer alguma coisa”.

Relembrando um momento comovente de sua vida, Helena conta à SÓ50 a primeira vez que deu uma palestra, quando uma mulher se levantou e disse “Tenho 50 anos e nunca pensei que pudesse fazer tudo isso”. Helena lembra com carinho essa percepção de que ela poderia se reinventar e inspirar outros a fazerem o mesmo. Este exemplo é a ilustração perfeita de sua resposta à pergunta sobre o maior obstáculo que ela enfrentou quando ao se tornar uma mulher mais velha, “Nenhum. Se havia, não percebi e segui em frente. Acho que todos temos que ter uma meta, independente da idade”. “O importante é envelhecer bem!”


Siga a Helena no @helenaschargel



compartilhe!

Arros So50


コメント


bottom of page